Páginas

sábado, 27 de novembro de 2010

5 de Dezembro, o dia Internacional dos Barrigudos.





POR: CARLA MOURA
PSICÓLOGA, ESPECIALISTA EM SEXOLOGIA (palavras de uma psicóloga experiente)









Tenho um conselho valioso para dar aqui: se você acabou de conhecer um rapaz, ficou com ele algumas vezes e já está começando a imaginar o dia do seu casamento e o nome dos seus filhos, pare agora e me escute! Na próxima vez que encontrá-lo, tente disfarçadamente descobrir como é sua barriga.
Se for musculosa, torneada, estilo `tanquinho´, fuja! Comece a correr agora e só pare quando estiver a uma distância segura. É fria, vai por mim.

Homem bom de verdade precisa, obrigatoriamente, ostentar uma barriguinha de chopp. Se não, não presta. Estou me referindo àqueles que, por não colocarem a beleza física acima de tudo (como fazem os malditos metrossexuais), acabaram cultivando uma pancinha adorável. Esses, sim, são pra manter por perto. E eu digo por quê.

Você nunca verá um homem barrigudinho tirando a camisa dentro de uma boate e dançando como um idiota, em cima do balcão. Se fizer isso, é pra fazer graça pra turma e provavelmente será engraçado, mesmo. Já os `tanquinhos´ farão isso esperando que todas as mulheres do recinto caiam de amores - e eu tenho dó das que caem. Quando sentam em um boteco, numa tarde de calor, adivinha o que os pançudos pedem pra beber? Cerveja! Ou coca-cola, tudo bem também. Mas você nunca os verá pedindo suco. Ou, pior ainda, um copo com gelo, pra beber a mistura patética de vodka com `clight´ que trouxe de casa.

E você não será informada sobre quantas calorias tem no seu copo de cerveja, porque eles não sabem e nem se importam com essa informação. E no quesito comida, os homens com barriguinha também não deixam a desejar.

Você nunca irá ouvir um ah, amor, `Quarteirão´ é gostoso, mas você podia provar uma `McSalad´ com água de coco. Nunca! Esses homens entendem que, se eles não estão em forma perfeita o tempo todo, você também não precisa estar. Mais uma vez, repito: não é pra chegar ao exagero total e mamar leite condensado na lata todo dia! Mas uma gordurinha aqui e ali não matará um relacionamento. Se ele souber cozinhar, então, bingo! Encontrou a sorte grande, amiga. Ele vai fazer pra você todas as delícias que sabe, e nunca torcerá o nariz quando você repetir o prato. Pelo contrário, ficará feliz.
Outra coisa fundamental:

Homens barrigudinhos são confortáveis!

Experimente pegar a tábua de passar roupas e deitar em cima dela. Pois essa é a sensação de se deitar no peito de um musculoso besta. Terrível!

Gostoso mesmo é se encaixar no ombro de um fofinho, isso que é conforto. E na hora de dormir de conchinha, então? Parece que a barriga se encaixa perfeitamente na nossa lombar, e fica sensacional.

Homens com barriga não são metidos, nem prepotentes, nem donos do mundo.
Eles sabem conquistar as mulheres por maneiras que excedem a barreira do físico. E eles aprenderam a conversar, a ser bem humorados, a usar o olhar e o sorriso pra conquistar. É por isso que eu digo que homens com barriguinha sabem fazer uma mulher feliz.

Dia Internacional da BARRIGA - Está chegando

Você, homem, quem está cansado de lutar contra balança, que se olha no "espelho" e vê aquela barriguinha e inveja o vizinho que gosta de andar "peladão" mostrando o abdômen bem definido etc.... não fique triste.
Lembre-se que o "palhaço malhador" ficou na academia por horas, lembre-se de quantas cervas ele evitou, guloseimas nem pensar, e tudo isto prá que?
Prá ficar na frente do espelho se achando bonitão?
CHEGA DE VIADAGEM!



O mundo inteiro sabe que quem gosta de homem bonito são os viados. Mulher quer homem inteligente, carinhoso e fofinho. Por isto está sendo lançado o dia 05 de Dezembro como o DIA INTERNACIONAL DOS BARRIGUDOS.

Chega de ter a consciência pesada após beber aquela cervejinha, ou aquele vinho, e comer aqueles petiscos. Vamos lotar os bares e restaurantes, vamos derrubar todas as cervas, vinhos, coca-cola e caipirinhas, comer aquela feijoada, macaxeira com charque, coxinhas e torresminhos. Vamos detonar aquela picanha gorda e o chantili com morangos.

Chegou a sua vez!! Salada, é o caralho!!

Nosso Lema: "Mais vale um barrigudinho bom de cama, do que um gostosão fracassado".
Nosso ìdolo: "Homer Simpson".

Nosso Dia: 5 de Dezembro, o dia Internacional dos Barrigudos.









Laboratório de linguas para 2014 e 2016...‏


O Brasil sediará a Copa de 2014. Como muitos turistas de todo mundo estarão por aqui, é imprescindível o aprendizado de outros idiomas (em particular o inglês) para a melhor comunicação com eles.
Pensando em auxiliar no aprendizado, foi formulada uma solução prática e rápida!!

Chegou o sensacional e insuperável curso 'The Book is on the Table', com muitas palavras que você usará durante a Copa do Mundo de 2014.

Veja como é fácil!

a.) Is we in the tape!= É nóis na fita.

b.)Tea with me that I book your face = Chá comigo que eu livro sua cara.(essa é SEN-SA-CI-O-NAL !!!!! )

c.) I am more I= Eu sou mais eu.

d.) Do you want a good-good?= Você quer um bom-bom?

e.) Not even come that it doesn't have! = Nem vem que não tem!

f.) She is full of nine o'clock = Ela é cheia de nove horas.

g.) I am completely bald of knowing it. = To careca de saber.

h.) Ooh! I burned my movie!= Oh! Queimei meu filme!

i.) I will wash the mare.= Vou lavar a égua.

j.) Go catch little coconuts! = Vai catar coquinho!

k..) If you run, the beast catches, if you stay the beast eats! = Se correr, o bicho pega, se ficar o bicho come!

l.) Before afternoon than never.= Antes tarde do que nunca.
m.) Take out the little horse from the rain= Tire o cavalinho da chuva.

n.) The cow went to the swamp. = A vaca foi pro brejo!

o.) To give one of John the Armless = Dar uma de João-sem-Braço.

Gostou?

Quer ser poliglota?

Na compra do 'The Book is on the table' você ganha inteiramente grátis o incrível

'The Book is on the table - World version'!!!

Outras línguas:

CHINÊS

a.) Cabelo sujo: chin-champu

b.)Descalço:chin chinela

c.) Top less:chin-chu-tian

d.) Náufrago:chin-chu-lancha

f.)Pobre: chen luz, chen agua e chen gaz

JAPONÊS

a.) Adivinhador:komosabe

b.) Bicicleta:kasimoto

c.) Fim: saka-bo

d.) Fraco:yono komo

e.) Me roubaram a moto:yonovejo m'yamaha

f.) Meia volta:kasigiro

g.) Se foi:non-ta

h.) Ainda tenho sede:kiro maisagwa

OUTRAS EM INGLÊS:

a.) Banheira giratória: Tina Turner

b.) Indivíduo de bom autocontrole:Auto stop

c.) Copie bem:copyright

d.) Talco para caminhar:walkie talkie 

SENSACIONAL!!!!!!!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Tulipa roxa....

O Zé namorava Maria,há 5 anos.
Uma moreninha,de corpo escultural,bundinha perfeita,peitinho durinho eolhar para cima...
Simplesmente,as medidas de uma Deusa grega.
Só havia um problema para José: até hoje Maria não tinha liberado nada mais que uns amassos.
Um dia, os dois a rolar pelo sofá, pega aqui, pega ali, mão naquilo, aquilo na mão, etc.,
José começou a tirar blusinha de Maria, abriu sua calça e quando achou que  finalmente ia rolar, Maria cortou o barato,falando:José, eu sou moça de família.
Só vou transar com você depois de casar.Quando acontecer, até tulipa roxa eu farei com você.
Sem entender o que era 'tulipa roxa' José levantou-se e saiu.
Foi à casa de Joana, uma loirinha que era um caso antigo dele, daquelas que liberava geral.
Ao chegar, José não pensou duas vezes e foi logo para cima de Joana.Rola prá cá, rola prá lá, depois de várias posições, ele não pensou mais e disse: - Joana, não acha que já estamos sem muitas idéias, para nossas transas?
- Também acho, Morzinho.
- Então, quem sabe você poderia fazer uma tulipa roxa?
Joana ficou branca e logo gritou:
- QUEM VOCÊ PENSA QUE SOU?
POSSO SER SUA AMANTE, FAZER TODO TIPO DE SACANAGEM, MAS VOCÊ ESTA ACHANDO QUE SOU DESSAS QUE FAZEM TULIPA ROXA?!
-A MOÇA ENFIOU A MÃO NA CARA DO COITADO!
- FORA DAQUI, JÁ!!
Jogou tudo o que tinha em cima de José, que não teve alternativa a não ser sair correndo, com as calças na mão.
No dia seguinte, José foi para o trabalho, mas não parava de pensar como deveria ser a tal 'TULIPA ROXA'.
Claro que não perguntou para nenhum amigo, pois não queria passar vergonha.
A solução seria uma visita ao puteiro local (tipo Café Monique).
Para lá se dirigiu, à noite.Depois de beber umas e outras, sentiu-se preparado e chamou uma das 'garotas', linda, de parar o trânsito.Quando foi para o quarto foi logo perguntando:
- Você faz realmente tudo?
- Claro. Estou aqui pra isso, fofinho.
- Qualquer coisa, mesmo?
- Sendo franca: estou aqui para ganhar dinheiro e faço tudo o que for preciso: anal, oral, o que você quiser.
- Então vamos começar logo com a tulipa roxa?
Sem pensar, a putinha tascou um tremendo tapa na cara de José e foi gritando:
- SEU SEM VERGONHA.SOU PUTA, MAS NÃO SOU QUALQUER UMA.QUEM VOCÊ PENSA QUE EU SOU?!!!
A VAGABUNDA ENFIOU A MÃO NA CARA DO COITADO, DE NOVO!
Enquanto fora do quarto todo o mundo escutava seus berros.
Sem entender o que estava acontecendo, o 'segurança' (vamos ser francos, o cafetão do local)invade o quarto, irritado, pergunta:
- Senhor, o que está acontecendo aqui?
- Meu caro, eu só perguntei se ela fazia de tudo. - respondeu José.
- Ora, aqui todas fazem de tudo.
Não estou entendendo. - disse o cafetão.
- Mas, quando eu pedi para ela fazer tulipa roxa ela enlouqueceu.....
Sem deixar José concluir a frase o cafetão saca o revólver e vai berrando:
-AQUI É UM PUTEIRO DE RESPEITO, MINHAS MENINAS NÃO SÃO DESSE TIPO.
SAIA DAQUI, SEU FILHO-DA-PUTA, ORDINÁRIO, SENÃO TE FURO O RABO!!!
E José, novamente sem ter escolha, saiu correndo e foi para a casa de Maria.
Ao chegar, falou:
- Maria, case comigo, agora, por favor.
Afinal, José não aguentava mais não saber o que era a tulipa roxa...
Dois dias depois, casaram-se e foram para a lua de mel.
José, esperançoso.
Mas, no caminho da lua de mel, sofreram um acidente.
Maria morreu.
Até hoje, José chora. Não de saudade, e sim de raiva, pois não conseguiu descobrir o que é tulipa roxa.
E a gente, também.
Afinal, Se José não descobriu o que é tulipa roxa, muito menos eu.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

"Sou feliz só por preguiça.
 A infelicidade dá uma trabalheira pior que doença."

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Marido Obediente !

NÃO SUPORTANDO AQUELA TAMPA SEMPRE MIJADA,
A MULHER DETERMINOU:

F A V O R    U R I N A R    S E N T A DO    !

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Pare de correr porque o fim chega mais depressa !!!

 Texto escrito por um brasileiro que vive na Europa e trabalha na Volvo.Já vai para 18 anos que estou aqui na Volvo, uma empresa sueca.Trabalhar com eles é uma convivência, no mínimo, interessante.
 Qualquer projeto aqui demora 2 anos para se concretizar, mesmo que a idéia seja brilhante e simples. É regra. Então, nos processos globais, nós (brasileiros, americanos, australianos, asiáticos) ficamos aflitos por resultados imediatos, uma ansiedade generalizada.Porém, nosso senso de urgência não surte qualquer efeito neste prazo.
 E vejo assim:
 1. O país é do tamanho de São Paulo;
 2. O país tem 2 milhões de habitantes;
 3. Sua maior cidade, Estocolmo, tem 500.000 habitantes (compare com Curitiba, que tem 2 milhões);
 4. Empresas de capital sueco: Volvo, Scania, Ericsson, Electrolux, ABB, Nokia, Nobel Biocare... Nada mal, não?
5. Para ter uma idéia, a Volvo fabrica os motores propulsores para os foguetes da NASA.
 Entretanto, vale salientar que não conheço um povo, como povo mesmo, que tenha mais cultura coletiva do que eles.
 Há um grande movimento na Europa hoje, chamado Slow Food. A Slow Food International Association - cujo símbolo é um caracol, tem sua base na Itália (o site, é muito interessante. Veja-o!).
O que o movimento Slow Food prega é que as pessoas devem comer e beber devagar,saboreando os alimentos, "curtindo" seu preparo, no convívio com a família, com amigos, sem pressa e com qualidade. A idéia é a de se contrapor ao espírito do Fast Food do americano. A surpresa, porém, é que esse movimento do Slow Food está servindo de base para um movimento mais amplo chamado Slow Europe como salientou a revista Business Week numa edição européia. A base de tudo está no questionamento da "pressa" e da "loucura" gerada pela globalização, pelo apelo à "quantidade do ter" em contraposição à qualidade de vida ou à "qualidade do ser". Segundo a Business Week, os trabalhadores franceses, embora trabalhem menos horas( 35 horas por semana ) são mais produtivos que seus colegas Americanos ou ingleses. E os alemães, que em muitas empresas instituíram uma semana de 28,8 horas de trabalho, viram sua produtividade crescer nada menos que 20%.Essa chamada "slow atitude" está chamando a atenção até dos americanos, apologistas do "Fast" (rápido) e do "Do it now" (faça já).Portanto, essa "atitude sem-pressa" não significa fazer menos, nem ter menor produtividade. Significa, sim, fazer as coisas e trabalhar com mais "qualidade" e "produtividade" com maior perfeição, atenção aos detalhes e com menos "stress". Significa retomar os valores da família, dos amigos, do tempo livre, do lazer, das pequenas comunidades, do "local", presente e concreto em
 contraposição ao "global" - indefinido e anônimo. Significa a retomada dos valores essenciais do ser humano, dos pequenos prazeres do cotidiano, da simplicidade de viver e conviver e até da religião e da fé. Significa um ambiente de trabalho menos oercitivo, mais alegre, mais "leve" e, portanto, mais produtivo onde seres humanos, felizes, fazem com prazer, o que sabem fazer de melhor.
 Gostaria que você pensasse um pouco sobre isso... Será que os velhos ditados "Devagar se vai ao longe" ou ainda "A pressa é inimiga da perfeição" não merecem novamente nossa atenção nestes tempos de desenfreada loucura? Será que nossas empresas não deveriam também pensar em programas sérios de "qualidade sem-pressa" até para aumentar a produtividade e qualidade de nossos produtos e serviços sem a necessária perda da "qualidade do ser"? No filme "Perfume de Mulher", há uma cena inesquecível, em que um personagem cego, vivido por Al Pacino, tira uma moça para dançar e ela responde: - "Não posso, porque meu noivo vai chegar em poucos minutos." - "Mas em um momento se vive uma vida" - responde ele, conduzindo-a num passo de tango.E esta pequena cena é o momento mais bonito do filme.
 Algumas pessoas vivem correndo atrás do tempo, mas parece que só alcançam quando morrem enfartados, ou algo assim.  Para outros, o tempo demora a passar; ficam ansiosos com o futuro e se esquecem de viver o presente, que é o único tempo que existe.
 Tempo todo mundo tem, por igual! Ninguém tem mais nem menos que 24 horas por dia. A diferença é o que cada um faz do seu tempo. Precisamos saber aproveitar cada momento, porque, como disse John Lennon: - "A vida é aquilo que acontece enquanto fazemos planos para o futuro"...
















Parabéns por ter lido até o final!
 Muitos não lerão esta mensagem até o final, porque não podem "perder" o seu tempo neste mundo globalizado.
 Pense e reflita, até que ponto vale a pena deixar de curtir sua família.
 De ficar com a pessoa amada, ir pescar no fim de semana ou outras coisas...
 Poderá ser tarde demais!
Saber aprender para sobreviver...

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Mulheres!!!!!

Uma pequena homenagem as  Mulheres, de todas as idades e de todas as nacionalidades e, sobretudo, a todas as que, contra ventos e marés, perseveram em amar, em sonhar e lutar por um mundo melhor.
As mulheres têm energia que surpreendem os homens.

Elas enfrentam dificuldades e regulam os problemas graves,

contudo, elas têm felicidade, amor e alegria.

Sorriem quando queriam gritar, cantam quando queriam chorar,

choram quando são felizes e riem quando estão nervosas.

«Lutam por aquilo em que acreditam.Revoltam-se contra a injustiça. Não aceitam um "não" por resposta quando crêem que há uma solução melhor. Elas se privam para manter a família de pé.

Elas vão ao médico com uma amiga receosa. Elas amam, incondicionalmente.»

«Elas choram quando os seus filhos têm sucesso e congratulam-se pelas possibilidades de seus amigos.São felizes quando se propõem

falar de um baptisado ou de um casamento.»

«O seu coração quebra-se quando um amigo morre.

Sofrem pela perda de uma pessoa querida.Sem dúvida que são fortes quando pensam que não têm mais energia.

Elas sabem que um beijo e um abraçopodem ajudar a cuidar de um coração quebrado.»

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

AMIGOS!!!

Você nasce sem pedir e morre sem querer...

Por isso, aproveite o Intervalo SENDO FELIZ!!!
Amigo é coisa pra se guardar...

 
Um filho pergunta à mãe: - Mãe, posso ir ao hospital ver meu amigo? Ele está doente!

- Claro, mas o que ele tem?
O filho, com a cabeça baixa, diz:
- Tumor no cérebro.
A mãe, furiosa, diz:

-E você quer ir lá para quê? Vê-lo morrer?

O filho lhe dá as costas e vai...

Horas depois ele volta vermelho de tanto chorar, dizendo:
- Ai mãe, foi tão horrível, ele morreu na minha frente!

A mãe, com raiva:

- E agora?! Tá feliz?! Valeu a pena ter visto aquela cena?!

Uma última lágrima cai de seus olhos e, acompanhado de um sorriso, ele diz:

- Muito, pois cheguei a tempo de vê-lo sorrir e dizer:

 - EU TINHA CERTEZA QUE VOCÊ VINHA! '
 
Moral da história:
A amizade não se resume só em horas boas, alegrias e festas.
Amigo é para todas as horas, boas ou ruins, tristes ou alegres.

CONSERVEM SEUS AMIGOS (as)!

O VALOR QUE ELES TÊM NÃO TEM PREÇO...

VOCÊ VALE OURO!

domingo, 7 de novembro de 2010

É PRECISO ACABAR COM OS BABACAS NO TRABALHO

Os chefes descontrolados dão prejuízo às empresas, diz o professor da Universidade

Stanford
MARIA LAURA NEVES
O professor Robert Sutton, de 53 Anos, da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, não tem pudor de dizer claramente o que pensa. Mesmo que precise usar palavrões para se fazer entender. Uma prova disso é o título que escolheu para seu novo livro - The no
Asshole Rule (A Regra de não Aceitar Babacas), lançado no mercado americano em fevereiro e ainda não disponível no país. No livro, Sutton mostra da forma mais direta possível o que devemos fazer para sobreviver num ambiente de trabalho dirigido por chefes bruta is.Segundo ele, os babacas custam caro às empresas. Diminuem a capacidade das equipes de inovar, não sabem manter os talentos e ainda podem levar as organizações a pagar indenizações por processos de assédio moral. Para sobreviver a chefes assim, ele recomenda distanciamento emocional e o cultivo da indiferença.

Por causa do uso da palavra asshole, da qual Sutton não quis abrir mão, a Harvard Business School Press, editora ligada à tradicional escola de administração da Universidade Harvard, recusou-se a publicar o livro. Lançado pela Warner Busines s Books, tornou-se rapidamente um best-seller no mercado americano. Em junho, o livro será lançado no Brasil pela editora Campus-Elsevier, que optou por adotar o título Chega de Babaquice!

. Ele diz que as pessoas costumam buscar sinônimos: arrogantes, autoritários, truculentos, mal-educados. Mas afirma que a palavra babaca é a única que exprime exatamente o conceito que eu queria transmitir.

ROBERT SUTTON

• FORMAÇÃO É ph.D. em Psicologia Organizacional pela

Universidade de Michigan e professor de

Administração do departamento de engenharia da Universidade Stanford, ambas nos Estados Unidos

• ATUAÇÃO PROFISSIONAL

É palestrante e consultor de empresas como

General Motors, IBM, Pepsi e Xerox

• VIDA PESSOAL

Nasceu em Chicago, em 1954. É casado e pai de três filhos. Atualmente mora em Menlo Park, uma pequena cidade localizada na Califórnia

ÉPOCA - Por que o senhor decidiu colocar a palavra babaca no título?

Robert Sutton

- (Risos.) Primeiro, porque chama a atenção. Depois, porque todo mundo sabe seu

significado. Todo mundo trabalha ou trabalhou com um babaca no escritório. Além disso, é uma palavra que não tem sinônimo. Quando encontro uma pessoa grosseira, que humi lha os outros, um tirano, logo penso: que babaca! É uma palavra precisa para definir pessoas que costumam destruir os colegas de trabalho. Nas empresas, os funcionários costumam usar termos mais educados. Dizem que os babacas são arrogantes, autoritários, truculentos, mal-educados. Mas isso é pouco. A palavra babaca é a única que exprime exatamente o conceito que eu queria transmitir.

ÉPOCA - E o que é, exatamente, um babaca?
Sutton
- É aquela pessoa que grita, humilha os subordinados, diz que o que o funcionári o faz sempre é ruim ou está errado. Geralmente, faz isso na frente dos outros. Outra atitude comum dos babacas é ignorar a presença dos subordinados. Passa por eles e não os

cumprimenta. Simplesmente finge que eles não existem. É aquela pessoa que humilha os Uma vez, Steve Jobs, da Apple, começou a gritar,chorar e fazer ameaças só porque a cor das vans não era a que ele queria outros com freqüência. Faz com que as pessoas se sintam oprimidas e sem energia. São intimidadores e, às vezes, não precisam usar as palavras para intimidar. Fazem isso apenas com olhares e atitudes. É diferente da pessoa que está num dia ruim e tem um acesso de raiva. O babaca tem essas atitudes com freqüência. Eles costumam ocupar cargos de chefia e exercitam a crueldade com subordinados. É muito difícil encontrar um

babaca que não tenha poder.

ÉPOCA - Sua tese reforça a idéia de que, quanto mais babaca a pessoa é, mais facilidade ela tem de ter sucesso na carreira...

Sutton

- Existem alguns mitos em torno dos babacas. Por eles serem estúpidos com as outras pessoas, passam a imagem de que têm autoridade, competência. Segundo alguns estudos realizados nos Estados Unidos, a agressividade é, muitas vezes, entendida como sinal de competência. Mas os babacas são ruins para as empresas. Fazem mal aos outros funcionários, a eles próprios e ao negócio.

ÉPOCA - Como eles fazem isso?

Sutton

- Tiram energia e motivação dos times que comandam. Seus funcionários ficam doentes,estressados e deprimidos. Fazem mal a si mesmos porque, em geral, sofrem retrocessos na carreira e humilhações. Além disso, os babacas aumentam a taxa de absenteísmo,distração, dispersão e a rotatividade de funcionários. Isso se reflete no resultado.

Desmotivados, os funcionários também deixam de ter idéias, de inovar e de ser criativos.

Os babacas ainda trazem custos legais para as empresas. Em países como o Reino Unido,os funcionários estão entrando com processos na Justiça contra as empresas. Eles alegam ter sofrido humilhação no trabalho. E as indenizações que recebem são altas.

ÉPOCA

- Mas os babacas são tão antigos quanto a humanidade. Por que agora se deseja exterminá-los das empresas?

Sutton

- Hoje, o diferencial competitivo são as pessoas. As empresas estão brigando muito para ter e manter as melhores pessoas. Quando as melhores pessoas encontram babacas na chefia, mudam de emprego. As empresas não podem deixar seus funcionários agir como bem entenderem, se quiserem manter seus talentos. Precisam deles para competir no mercado. Nunca o capital humano foi tão valorizado como nos dias de hoje.

ÉPOCA - O senhor acredita que as pessoas nascem

babacas ou se tornam babacas ao longo da vida?

Sutton - Existem fatores biológicos no comportamento

de um babaca. Todo mundo conhece histórias de

crianças que são babaquinhas quando ainda estão na escola. Mas o ambiente pode estimular esse tipo de comportamento. Nas empresas, as pessoas costumam imitar o comportamento do líder. Se o líder da empresa é um babaca e, ao mesmo tempo, é um modelo, uma referência de sucesso, as pessoas vão começar a agir como ele. Nos Estados Unidos, somos adeptos do clichê de que ganhar é o que importa e o segundo lugar é dos perdedores. E, quanto mais a pessoa ganha, mais nojenta ela pode ser. Nesses

casos, a babaquice é tolerada. As pessoas costumam dizer: nossa, ele é extraordinário, e isso justifica a babaquice. Por isso, quanto maior for a obsessão por resultados numa empresa, mais ela estimula comportamentos babacas.

ÉPOCA

- O senhor pode dar um exemplo de uma empresa de sucesso que não estimule a babaquice?
Sutton

- Existem várias. O Google é uma delas. Shona Brown, a vice-presidente de operações e negócios do Google, me contou a respeito de uma regra que é estabelecida na empr esa: é proibido ser mau. Ela diz que no Google é simplesmente ineficiente ser um babaca .Pessoas que têm esse comportamento não são promovidas e têm problemas nas avaliações de desempenho. É claro que existem babacas no Google, mas eles não são valorizados pela empresa. Ann Rhoades, que fundou o departamento de recursos hum anos da JetBlue Airlines (empresa de aviação americana), me disse que se comportar como um babaca com funcionários, clientes e fornecedores era a principal razão das demissões durante o primeiro ano de empresa. Lá, como no Google, as atitudes eram levadas em conta na avaliação dos funcionários. Ann também trabalhou na Southwest Airlines. Ela dizia que na Southwest sempre foi claro que as pessoas são contratadas e demitidas por suas

atitudes. As empresas que querem diminuir a incidência de babacas em seus quadros devem incluir em suas avaliações de desempenho o tratamento que o funcionário dá aos colegas, clientes e fornecedores.

ÉPOCA - Qual a melhor maneira de lidar com um chefe babaca?
Sutton

- Ficar longe dele. Mudar de emprego é o melhor caminho. Nem sempre isso é possí vel.
Para suportar um babaca, a primeira coisa que as pessoas devem fazer é mudar a maneira como vêem o trabalho. A principal reação de quem tem um chefe babaca é se colocar no papel de vítima. As pessoas reclamam, ficam pessimistas. Isso é ruim. Estudos mostram

que a melhor maneira de amenizar o impacto dos babacas é trocar de perspectiva. Somos muito mais capazes de tolerar os abusos quando encaramos a situação como temporá ria. É preciso ser um pouco otimista e ao mesmo tempo estar preparado para o pior. As pessoas também não devem depositar a mesma energia que depositam quando as coisas vão bem no trabalho. Por que têm de colocar suas emoções num trabalho que só tira energi a delas?

A melhor maneira de agir nesse momento, e esse é o meu conselho predileto para quem está nessa situação, é agir com distanciamento emocional e com indiferença. Outro ponto importante é valorizar pequenas vitórias. Isso pode trazer forças e ajuda a comb ater a

sensação de abandono. Diminuir a exposição também pode ajudar. As pessoas só devem falar com os babacas quando for realmente necessário. Devem procurar marcar reun iões curtas e em particular. Formar uma rede de vítimas desses babacas,compartilhar as histórias, também ajuda. É uma forma de ter apoio emocional.

ÉPOCA

- Em seu livro, o senhor diz que Steve Jobs, fundador da Apple, é um babaca notório.Por quê?

Sutton

- O Steve Jobs tem fases em que age como um babaca. Ele não é sempre babaca. Em 2003, por exemplo, a revista Wired reuniu 1.300 ex-funcionários da Apple. O principal assunto eram as broncas e os acessos de raiva de Jobs. Uma funcionária disse que cada um tem a própria história de babaquice de Jobs. Um ex-executivo da Apple me contou sobre um desses acessos de raiva. Ele me disse que uma vez Jobs começou a gritar,chorar e fazer ameaças porque a cor das vans de uma de suas empresas não era

exatamente a que ele tinha pedido. Outra história que ouvi é que uma vez Jobs ligou para Adam Osborne, então CEO da rival Osborne Computer Corp. A secretária de Osborne atendeu e disse que ele não estava. Perguntou se Jobs queria deixar um recado. Ele disse:"Sim, quero. Diga a Osborne que ele é um babaca. E mais uma coisa. Ouvi dizer que Osborne tem curiosidade pelos Macintoshs (linha de microcomputadores fabricada p elaApple). Diga a ele que os Macintoshs são tão bons que é provável que ele compre alguns

para os filhos dele assim que tirar sua empresa do mercado". Mas há também quem diga que Jobs não é babaca.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Crescimento da indústria automotiva global virá de Brasil, Rússia

O mundo de olho no Bric
André Barros
Nos próximos cinco anos 47% do crescimento da indústria automotiva global virá de Brasil, Rússia, China e Índia, o bloco Bric. Segundo Ray Young, vice-presidente das operações internacionais da General Motors, que fincou suas bases na China, o mercado chinês crescerá 58% no período e os outros três países terão seus mercados 70% inflados.
Os países emergentes, em especial Brasil, China e Índia, foram assunto no segundo dia do 19º

Congresso SAE Brasil. Young falou do impressionante mercado chinês, onde a General Motors lidera com 13% das vendas numa briga acirrada com 76 fabricantes globais e locais, números que não são oficiais. “Pode chegar a 130.” A China consome duas vezes mais aço do que a União Europeia, Estados Unidos e Japão somados, grande parte pela indústria automobilística, que precisa atender o maior mercado do mundo. O país possui hoje o segundo maior mercado de luxo do mundo e terá, até 2025, dez megacidades do tamanho de São Paulo. Há espaço para muito crescimento em veículos, segundo Young. Ravindra Dayal, presidente da SAE Índia, falou do enorme potencial de crescimento do mercado indiano, cujas projeções para 2010 estão na casa das 2,3 milhões de unidades – o sétimo maior mercado do mundo. “Na Índia existem treze carros para cada cem pessoas, média muito inferior à de

mercados maduros e abaixo também dos outros emergentes”.

Antevendo este potencial, a Volkswagen cravou seus pés na Índia e ergueu uma moderna fábrica na cidade de Pune, com capacidade para produzir 1,1 milhão de unidades por ano em dois turnos. A

planta, que serve de modelo para o grupo, foi inaugurada em março do ano passado e é peça fundamental na estratégia da companhia de alcançar 20% de fatia de mercado, segundo Jörg Müller,

presidente da VW Índia.
A companhia trabalha com as marcas Skoda, Volkswagen e Audi no mercado indiano, com mais força

na primeira. “Nosso trabalho é ampliar a presença da marca VW. Em 2007 tínhamos apenas uma concessionária, agora temos 57 e devemos fechar o ano com 70. Da Skoda temos uma rede de 69

lojas.” Segundo Andrew Brown Jr., presidente da SAE International e diretor-chefe de tecnologia da Delphi, as montadoras seguirão com investimentos nos países do Bric, embora não os vejam mais como uma fonte produtora de baixo custo. “Os custos nesses países estão e seguirão subindo. A visão agora é  mercados com forte crescimento.” Para Brown Jr. a solução-chave para equalizar esses custos é a inovação. “Por isso a importância de nós, engenheiros membros da SAE e especialistas em inovação. Temos que trazer boas ideias e torná-las aplicáveis, em especial nas três megatendências da indústria: segurança, meio ambiente e

conectividade.” Veículos comerciais – O Bric também tem papel de destaque no futuro de veículos comerciais. Para Jürgen Ziegler, presidente da Mercedes-Benz do Brasil, o mercado brasileiro, em especial, tem enorme potencial de crescimento em função dos eventos como Jogos Olímpicos e Copa do Mundo.Segundo ele, nos próximos anos haverá aumento na disputa de marcas no mercado de veículos comerciais. “Uma nova onda de consolidações está por vir.”

Antes e depois do casamento...

                   Antes do casamento:

Ele: - Finalmente. Custou tanto esperar por este momento.


Ela: - Você quer que eu vá embora?


Ele: - Não! Nem pense nisso.


Ela: - Você me ama?


Ele: - Claro! Muito, muito!


Ela: - Alguma vez você já me traiu?


Ele: - NÃO!!!


Ela: - Me beija.


Ele: - Evidente! Sempre que possível!


Ela: - Você seria capaz de me bater?


Ele: - Você está doida! Jamais!


Ela: - Posso confiar em ti?


Ele: - Sim.


Ela: - Querido!

Depois do casamento...

"Ler de baixo para cima"

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Base governista deve se mobilizar por nova CPMF

Os governadores da base aliada ao Palácio do Planalto deverão se mobilizar, a partir do ano que vem, para criar uma fonte de recursos para financiar a saúde. A ideia de instituir um imposto para custear a Saúde, em substituição à antiga Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), agrada à presidente eleita Dilma Rousseff. A maioria dos dez governadores de oposição eleitos deverá, no entanto, resistir à criação de um novo tributo.



"Não pretendo enviar um projeto recriando a CPMF. Mas tenho visto uma mobilização de governadores nessa direção", afirmou ontem Dilma, durante entrevista à imprensa. Mas ela se diz preocupada com a criação de novos impostos. "Eu tenho muita preocupação com a criação de impostos. Preferia outros mecanismos, mas tenho visto uma pressão dos governadores. É necessário que se abra um processo de discussão com eles", disse.


O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, é um dos mais entusiasmados com a criação de fontes para financiar a saúde. Favorável ao imposto, Campos argumentou que a oposição foi "irresponsável" ao derrubar a CPMF, em 2007. "O dinheiro para a saúde é insuficiente", afirmou o governador, segundo sua assessoria de imprensa.


Eleito governador do Espírito Santo, o senador Renato Casagrande é mais cauteloso do que Campos, seu colega de partido. "Temos de aumentar o financiamento para a saúde. Mas não sei se o único caminho é a criação de mais um imposto", observou Casagrande. "Mas serei a favor daquilo que a gente decidir em conjunto", disse o socialista.


O senador Marconi Perillo (PSDB), recém-eleito governador de Goiás, garantiu que manterá a posição contrária à criação de um imposto para a saúde, apesar da escassez de recursos para o setor. "Sou contra o aumento de impostos. Estarei à disposição para colaborar com a presidente Dilma, desde que não seja aumento ou criação de impostos. A carga tributária brasileira é alta", disse o tucano, um dos que votaram contra a manutenção da CPMF, há três anos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE - Agência Estado

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Viver ou Juntar Dinheiro?

Recebi uma mensagem muito interessante de um ouvinte da CBN e peço licença para lê-la na íntegra, porque ela nem precisa dos meus comentários. Lá vai:
"Prezado Max meu nome é Sérgio, tenho 61 anos, e pertenço a uma geração azarada. Quando eu era jovem as pessoas diziam em escutar os mais velhos, que eram mais sábios agora me dizem que tenho de escutar os jovens porque são mais inteligentes.

Na semana passada eu li numa revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. E eu aprendi muita coisa. Aprendi por exemplo, que se eu tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, durante os últimos 40 anos, eu teria economizado R$ 30.000,00. Se eu tivesse deixado de comer uma pizza por mês teria economizado R$ 12.000,00 e assim por diante. Impressionado peguei um papel e comecei a fazer contas, e descobri para minha surpresa que hoje eu poderia estar milionário.

Bastava eu não ter tomado os cafés que eu tomei, não ter feito muitas das viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que eu comprei, e principalmente não ter desperdiçado meu dinheiro, em itens supérfluos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos percebi que hoje eu poderia ter quase R$ 500.000,00 na conta bancária. É claro que eu não tenho este dinheiro. Mas se tivesse sabe o que este dinheiro me permitiria fazer?

Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar com itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que eu quisesse e tomar cafezinhos à vontade. Por isso acho que me sinto feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro com prazer e por prazer, porque hoje com 61 anos não tenho mais o mesmo pique de jovem, nem a mesma saúde, portanto viajar, comer pizzas e cafés não fazem bem na minha idade, e roupas hoje não vão melhorar muito o meu visual!

E recomendo aos jovens e brilhantes executivos, que façam a mesma coisa que eu fiz. Caso contrário eles chegarão aos 61 anos com um monte de dinheiro, mas sem ter vivido a vida".

No mínimo, para pensar...

"Não eduque o seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz.

Assim, ele saberá o valor das coisas, não o seu preço"
Por Max Gehringer

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

KIT DO BRASILEIRO

*Vai fazer amor?*
O governo dá camisinha.

*Já fez amor?*

O governo dá a pílula do dia seguinte.

*Teve filho?*

O governo dá o Bolsa Família..
*Tá desempregado?*

O governo dá Bolsa Desemprego.
*Vai prestar vestibular?*
O governo dá o Bolsa Cota.
*Não tem terra?*

O governo dá o Bolsa Invasão e ainda te aposenta.

RESOLVEU VIRAR BANDIDO E FOI PRESO ? Sem problema.

O GOVERNO DÁ O AUXÍLIO RECLUSÃO.

Já está em vigor desde 1º/1/2010

Todo presidiário com filhos a partir de 1º de Janeiro de 2010 tem direito a uma bolsa que, é de R$798,30 "por filho" para sustentar a família, já que o coitadinho do bandido não pode trabalhar para sustentar os filhos por estar preso.

*Mas experimenta estudar andar na linha pra ver o que te acontece!*

ICMS.
IPVA.
IPTU.
IR.
INSS.








"Trabalhe duro, pois milhões de pessoas que vivem do Fome-Zero e do Bolsa-Família, sem trabalhar, dependem de você"

Petrobrás vende gasolina por um preço 44% mais alto que a média nos outros países

 Na contramão das principais empresas petrolíferas do mundo, a Petrobrás deve divulgar em breve o aumento em seus lucros no ano de 2009. Enquanto as outras empresas viram seus lucros se reduzirem a mais da metade no ano, especula-se que os lucros da estatal brasileira tenham ficado entre R$ 7,4 e R$ 7,5 bilhões só no último trimestre do ano passado, segundo o Centro Brasileira de Infraestrutura (CBIE). Com isso, a empresa se torna a quarta maior no ramo de energia.

Tal resultado, porém, não é fruto do aumento da demanda, nem tampouco da administração da Petrobrás. O motivo de a estatal lucrar tanto enquanto as outras grandes empresas do setor minguam são os altos preços cobrados pela Petrobrás sobre a gasolina no mercado brasileiro. Em 2009, a gasolina vendida no Brasil estava 44% mais cara que o preço médio internacional. Uma das mais caras do mundo. Já o diesel foi vendido 33% mais caro que o seu preço lá fora.

Segundo matéria publicada pela Folha de S. Paulo em janeiro, o preço do litro da gasolina no Brasil está muito distante dos outros países. Enquanto aqui se paga, em média, R$ 2,59, na Argentina, por exemplo, gasta-se R$ 1,53. No México, esse preço é o equivalente a R$ 1,10. Tirando a Europa, onde alguns países contam com a gasolina mais cara, só o preço no Japão se aproxima ao brasileiro. Lá, o litro da gasolina custa R$ 2,57.
De acordo com o CBIE, a diferença do preço cobrado pelo combustível no Brasil teria garantido à Petrobrás algo como R$ 12 bilhões. A empresa alega que a diferença de preço seria uma forma de compensar o “prejuízo” tido pela estatal durante 2005 e 2008, anos em que os preços no Brasil teriam sido menores que no mercado internacional. Em 2009, porém, enquanto o valor do barril de petróleo baixava nos outros países, a empresa manteve os mesmos preços. Isso não só compensou as “perdas” dos anos anteriores, como gerou um caixa de R$ 2 bilhões, que foram para o caixa da estatal.

E ainda dizem que a Petrobrás é nossa! Será que é nossa ou dos Argentinos?

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Só tem mulher quem pode!

   Um homem Inteligente Falando das Mulheres


O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está a fêmea da espécie humana.
Tenho apenas um exemplar em casa,que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha 'Salvem as Mulheres!'

Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:

     Habitat


Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.


     Alimentação correta


Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro. Beijos matinais e um 'eu te amo’ no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não a deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial.


     Flores


Também fazem parte de seu cardápio: mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.

     Respeite a natureza


Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação? Se quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso.

     Não tolha a sua vaidade


É da mulher hidratar as mechas, pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza, colecionar brincos, comprar muitos sapatos, ficar horas escolhendo roupas no shopping. Entenda tudo isso e apoie.

     Cérebro feminino não é um mito


Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!). Então, aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher. Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres.

     Não faça sombra sobre ela


Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar umbronzeado.


Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.


Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.


É, meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire gay.


Só tem mulher quem pode!

Luiz Fernando Veríssimo

terça-feira, 26 de outubro de 2010

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

O FRASCO DE MAIONESE E CAFÉ

Quando as coisas na vida parecem demasiado, quando 24 horas por dia não são suficientes...
Lembre-se do frasco de maionese e do café.


Um professor, durante a sua aula de filosofia sem dizer uma palavra, pega num frasco de maionese e esvazia-o... tirou a maionese e encheu-o com bolas de golf.

A seguir perguntou aos alunos se o Frasco estava cheio. Os estudantes responderam sim.

Então o professor pega numa caixa cheia de pedrinhas e mete-as no frasco de maionese. As pedrinhas encheram os espaços vazios entre as bolas de golf.

O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a dizer que sim.

Então...o professor pegou noutra caixa...uma caixa cheia de areia e esvaziou-a para dentro do frasco de maionese. Claro que a areia encheu todos os espaços vazios e uma vez mais o pofessor voltou a perguntar se o frasco estava cheio. Nesta ocasião os estudantes responderam em unânime "Sim!".

De seguida o professor acrescentou 2 xícaras de café ao frasco e claro que o café preencheu todos os espaços vazios entre a areia. Os estudantes nesta ocasião começaram a rir-se...mas repararam que o professor estava sério e disse-lhes:

'QUERO QUE SE DÊEM CONTA QUE ESTE FRASCO REPRESENTA A VIDA'.

As bolas de golf são as coisas Importantes:

como a FAMÍLIA, a SAÚDE, os AMIGOS, tudo o que você AMA DE VERDADE.

São coisas, que mesmo que se perdessemos todo o resto, nossas vidas continuariam cheias.

As pedrinhas são as outras coisas que importam como: o trabalho, a casa, o carro, etc.

A areia é tudo o demais, as pequenas coisas.

'Se puséssemos 1º a areia no frasco, não haveria espaço para as pedrinhas nem para as bolas de golf.

O mesmo acontece com a vida'.

Se gastássemos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teríamos lugar para as coisas realmente importantes.

Preste atenção às coisas que são cruciais para a sua Felicidade.

Brinque ensinando os seus filhos,

Arranje tempo para ir ao medico,

Namore e vá com a sua/seu namorado(a)/marido/mulher jantar fora,

Dedique algumas horas para uma boa conversa e diversão com seus amigos

Pratique o seu esporte ou hobbie favorito.

Haverá sempre tempo para trabalhar, limpar a casa, arrumar o carro...

Ocupe-se sempre das bolas de golf 1º, que representam as coisas que realmente importam na sua vida.

Estabeleça suas prioridades, o resto é só areia...
Porém, um dos estudantes levantou a mão e perguntou o que representaria, então, o café.

O professor sorriu e disse:

"...o café é só para vos demonstrar, que não importa o quanto a nossa vida esteja ocupada, sempre haverá espaço para um café com um amigo. "

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

P E S A D E L O!!!! para descontrair um pouco.

No pesadelo, acordo me olho no espelho e descubro que sou vesgo.

Procuro freneticamente nos bolsos, para ver minha foto na identidade, para ver se sou realmente daquele jeito.

Acho um passaporte e descubro.... sou argentino...

Não pode ser, meu Deus!!!

Sinto-me inconsolável em uma cadeira. Mas não é possível!!

É uma cadeira de rodas, o que significa que, além de ser

vesgo e argentino, sou também deficiente físico!

É impossível, digo para mim mesmo, que eu seja vesgo,

argentino e deficiente físico...

- 'Amoooooor!', grita uma voz atrás de mim. É o meu

namorado...

Cacete!

Sou também viado...!

- 'Foi você que pegou a minha seringa?'

Ó Deus! Vesgo, argentino, deficiente físico, viado,

viciado e talvez soropositivo!

Desesperado, começo a gritar, a chorar, a arrancar os

cabelos E... Nãooo!!!!!

Sou careca!

Toca o telefone. É meu irmão, que diz:

- 'Desde que mamãe e papai morreram, você só faz se

entupir de drogas,vagabundeando o dia inteiro! Procura um emprego,

arranja algum trabalho!'

Que merda, descubro que também sou desempregado!!!

Tento explicar ao meu irmão que é difícil encontrar

trabalho quando se é vesgo, argentino, deficiente físico, viado,

viciado, talvez soropositivo, careca e órfão, mas não consigo,

porque....
Porque sou gago!!!!
Transtornado, desligo o telefone, com a única mão que

tenho, e com lágrimas nos olhos, vou até a janela olhar a paisagem.

Milhões de barracos ao meu redor...

Sinto uma punhalada no marca-passo: além de vesgo,

argentino, deficiente físico, viado, viciado, talvez soropositivo,

careca, órfão, gago, desempregado, maneta e cardíaco, sou também

favelado...

Começo a passar mal e sentir um calafrio e dirijo-me ao

guarda-roupa para pegar um agasalho, e para minha surpresa, quando

abro a gaveta encontro uma camisa do CORINTHIANS. Aí já é sacanagem...

Entro em surto, pois além de vesgo, argentino,

deficiente físico, viado, viciado, talvez soropositivo, careca, órfão,

gago, desempregado, maneta, cardíaco, favelado... e CORINTHIANO

Nesse momento, volta o meu namorado e diz:

- Amooooooor, vamos, senão chegaremos atrasados na

Convenção do PT p/ apoiar a Dilma.

 
PUTA QUE PARIU!!! Desmaiei.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

TERAPIA DO ELOGIO

Os membros das famílias estão cada vez mais frios, não existe mais carinho, não valorizam mais as qualidades, só se ouvem críticas.

As pessoas estão cada vez mais intolerantes e se desgastam valorizando os defeitos dos outros.

Por isso, os relacionamentos de hoje não duram.

A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias de média e alta renda.

Não vemos mais homens elogiando suas mulheres ou vice-versa, não vemos chefes elogiando o trabalho de seus subordinados, não vemos mais pais e filhos se elogiando, amigos, etc.

Só vemos pessoas fúteis valorizando artistas, cantores, pessoas que usam a imagem para ganhar dinheiro e que, por conseqüência, são pessoas que têm a, obrigação de cuidar do corpo e do rosto.

Essa ausência de elogio tem afetado muito as famílias.

A falta de diálogo em seus lares, o excesso de orgulho impede que as pessoas digam o que sentem e levam essa carência para dentro dos consultórios. 
Destroem seus casamentos, e acaba procurando em outras pessoas o que não conseguem dentro de casa.

Comecemos a valorizar nossas famílias, amigos, alunos, subordinados.

Vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza de nossos parceiros ou nossas parceiras, o comportamento de nossos filhos.

Vamos observar o que as pessoas gostam.

O bom profissional, o bom filho, o bom pai ou a boa mãe, o bom amigo, a boa dona de casa.

A mulher e o homem que se cuidam, enfim vivemos numa sociedade em que um precisa do outro, é impossível se viver sozinho, e os elogios são a motivação na vida de qualquer pessoa.

Quantas pessoas você poderá fazer feliz hoje elogiando de alguma forma?

Então elogie alguém hoje!
Eu começo!!!

Você é muito especial e com certeza o mundo é mais bonito por causa de você!




Texto – Arthur Nogueira – Psicólogo
                                                         Volta Redonda – RJ – 2010